Por que buscar uma vida de oração?

Santo Afonso dizia que a oração “é um meio necessário e seguro para alcançar a salvação e todas as graças das quais temos necessidade”.

Para o santo, para cada situação da vida deveríamos buscar sempre o conforto da oração, especialmente nos momentos de provação e dificuldade, e não resistir em recorrer a Ele e confiar nossos pedidos.

“Nós somos pobres de tudo, mas se pedirmos já não seremos pobres. Nós somos pobres, mas Deus é rico”, dizia Santo Afonso.

Santo Afonso Maria de Ligório, Bispo e Doutor da Igreja, fundador da Congregação do Santíssimo Redentor, conhecidos como Redentoristas, é padroeiro dos estudiosos de teologia moral e dos confessores e um dos santos mais populares do século XVIII.

Ele deixou uma grande contribuição à Igreja com suas obras sobre a espiritualidade cristã. Por isso, ele é um grande mestre da oração.

Se a oração é meio, a meta é alcançar a Deus.

Afonso enfatiza que para alcançar a meta precisamos vencer o pecado que nos afasta de Deus, e isso ocorre somente pela graça da oração.

“Salvar-se sem rezar é dificílimo, aliás impossível… mas rezando a salvação é algo garantido e facílimo”, orientava Santo Afonso.

Então, o que é importante em nossa vida?

Acolher a Deus, a sua Graça, que nos ilumina em todas as situações e nos ajuda a discernir o verdadeiro bem. Muitas vezes reconhecemos o bem, mas não somos capazes de praticá-lo.

Na oração, encontramos meios para vencer a tentação e as dificuldades e realizar o plano de Deus em nossas vidas.

A relação com Deus é essencial na nossa vida, seja na oração pessoal diária e na participação nos Sacramentos. Assim, a presença divina cresce em nós, orienta o nosso caminho e o ilumina e o torna seguro e sereno.

Fonte: Audiência Bento XVI, 1º agosto de 2012.

Notícias Relacionadas